Startup planeja fazer biocombustível com uísque

É proibido beber e dirigir. Mas, em breve, seu carro poderá te transportar com um biocombustível feito de uísque. Esse é o grande investimento da startup Celtic Renewables, da Escócia. As informações são do portal Esquire.

Os amantes do uísque não precisam entrar em pânico porque a startup não pretende retirar a bebida das prateleiras dos mercados. Os pesquisadores usarão apenas as sobras do processo de produção da bebida.

Mais de 90% do material usado para destilar uísque é considerado resíduo. As sobras possuem bactérias que produzem biobutanol, um biocombustível de nova geração capaz de gerar até 30% mais de energia do que o etanol brasileiro.

O biobutanol é fabricado a partir de dois principais da produção do uísque: um resíduo líquido gerado durante o processo de fermentação e de borras deixadas em alambiques de cobre.  Em contraste com o etanol, o biobutanol pode ser usado em motores a gasolina sem modificações. Além disso, pode ser misturado ao diesel ou biodiesel.

Segundo Marti Tangney, professor da Universidade de Napier, a indústria do uísque de malte escocês fornece ótimos recursos para o desenvolvimento de biobutanol. São gerados 422 milhões de litros de resíduos anualmente. Essa quantia é suficiente para gerar uma grande produção de combustível feito de biobutanol.

Fonte: Info.abril

Email this page
Este post foi publicado emcombustível, Energia, Leitor, Tecnologia e tags , , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta