Alunos de Stanford criam skate elétrico

 

 

 Estudantes da Universidade de Stanford criaram um skate elétrico, o Boosted Board. O objetivo é oferecer para a população um meio de transporte ecológico e econômico.

Já existem skates que usam baterias por aí. Mas o destaque do Boosted Board é que ele tem o tamanho de um skate tradicional. Tanto que à primeira vista é difícil perceber que ele é um modelo alternativo.

O Boosted Board pesa 6 quilos e é equipado com dois motores de 2,6 cavalos. Eles acionam a rotação das rodas traseiras. Isso permite que o skate alcance uma velocidade máxima de 32 km/h.

Pelas especificações do produto, as baterias de lítio podem ser recarregadas em duas horas e garantem ao condutor quase dez quilômetros de autonomia. O Boosted Board também tem travagem regenerativa, o que permite a recarga da bateria até mesmo enquanto o skate está em uso.

Para recarregar, o usuário pode conectar o carregador do skate em um notebook, smartphone e até mesmo em outros dispositivos móveis. De qualquer forma, se ficar sem bateria, ainda é possível usar o Boosted Board como um skate comum.

Os criadores consideram o Boosted Board um meio de transporte eficiente e ecológico. Além de proteger o meio ambiente, é fácil de transportar e ocupa pouco espaço. Ele também deve diminuir preocupações com estacionamento, trânsito e garagem, por exemplo.

Para financiar o Boosted Board, os estudantes colocaram o projeto no Kickstarter, site de crowdfunding, para arrecadar a verba necessária para as pesquisas e construção do protótipo.

A arrecadação ainda não acabou, mas foi tão bem aceita que já ultrapassou a meta estipulada. Os estudantes esperavam arrecadar US$ 100 mil, mas já conseguiram mais de US$ 300 mil. Além disso, já existem mais de 700 pessoas na fila de espera para comprar um Boosted Board. Ele custará US$ 1199.

Fonte: Info.abril

Email this page
Este post foi publicado emEcologia, Economia, Sustentabilidade, Tecnologia, Transporte e tags , , , , , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta