Empire State terá iluminação econômica com lâmpadas LED

O Empire State, em Manhattan, substituirá as lâmpadas tradicionais usadas no prédio pela tecnologia LED, que além de economizar energia incrementará a iluminação do arranha-céu.

A companhia proprietária do edifício, Malikin Holdings, decidiu substituir as 400 lâmpadas que atualmente iluminam os andares superiores do Empire State por 1.200 novos dispositivos que incluirão um total de 68 mil pequenas lâmpadas LED, informou nesta terça-feira o jornal ”The New York Times”.

Como cada um desses dispositivos pode ser controlado por meio de computadores. A nova tecnologia produzirá efeitos de luz como arco-íris, ondas e iluminação cruzada.

”Vamos nos divertir de verdade com nossa capacidade de dirigir as novas luzes”, declarou o presidente da Malkin Holdings, Anthony Malkin, que acrescentou que sua empresa quer imitar Hong Kong, país conhecido pela espetacular iluminação de seus edifícios.

Com a nova tecnologia, o Empire State poderá ser iluminado com milhões de cores diferentes. Atualmente, são usadas apenas 10 cores e são necessários sete trabalhadores para alterá-las.

O arranha-céu, de estilo Art Deco e inaugurado em 1º de maio de 1931, é reconhecido no horizonte de Manhattan por sua tradição de iluminar com diferentes cores seus andares superiores para homenagear diferentes causas, que vão desde um feito esportivo até a independência de um país.

Fora o atrativo visual, as lâmpadas LED significarão uma economia de 75% a cada ano, pois cada novo dispositivo dura entre três e seis vezes mais que as atuais lâmpadas.

O jornal afirmou que o anúncio oficial da mudança de iluminação será realizado esta semana e que a instalação do novo modelo começará em quinze dias e será finalizado em outubro.

Fonte: EXAME.com

Email this page
Este post foi publicado emCuriosidades, Internacional, Sustentabilidade, Tecnologia e tags , , , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta