China anuncia suas metas de redução (que não irão exatamente reduzir emissões)

Depois que os Estados Unidos anunciou sua meta de redução de 17% dos níveis de emissão de 2005 para Copenhague, foi a vez da China que se comprometeu com redução de 40-45% dos níveis de 2005 do que chamou de “intensidade de carbono.” A promessa não está sendo aceita com muito entusiasmo.

china-poluicao

A chamada “intensidade de carbono” significa que a China irá reduzir suas emissões proporcionalmente ao crescimento do seu PIB, isso significa que as emissões irão aumentar ao decorrer do tempo devido a expansão rápida da economia chinesa. Como o principal poluidor do mundo, a meta da China não é suficiente.

Em Bruxelas, a Comissão Européia saudou as medidas que a China está tomando para combater as mudanças climáticas, e também a liderança que o País está tomando nesta negociação. Esperava-se porém que as metas fossem mais altas, muitos ficarão decepcionados.

A comissão comentou o mesmo das metas do Presidente Obama. “Na proposta dos Estados Unidos há um grande número de elementos positivos,” mas as metas estabelecidas foram “menores do que gostaríamos,” e isso “irá decepcionar muitos”.

Deve ser notado também que a China está fazendo investimentos em massa em energia renovável e também aumentando o padrão de sua eficiência. Os países asiáticos como China, Japão e Coréia do Sul estão liderando a corrida da Energia Limpa.

Email this page
Este post foi publicado emAquecimento Global, Internacional e tags , , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta