Cases de Ecodesign

Como sugestão de muitos leitores que tem escrito, pedindo para escrever sobre ecodesign, achei interessante abordar este tema aqui e falar sobre algumas empresas que estão aderindo a este setor.

O termo Ecodesign surgiu nos anos 90, nos EUA, quando a indústria eletrônica começou a se importar com os impactos no meio ambiente e procurou  minimizar o mesmo. Também conhecido como design com orientação sustentável, significa,  a tendência de criar produto, lugar ou serviço que possibilite, de alguma forma, minimizar os impactos ambientais e o uso de recursos não-renováveis, desde seu processo de criação até o uso final.

Os principais princípios do ecodesign são:

-A escolha de materiais:

Procura sempre materiais que acarretem em baixo impacto ambiental, que utilizam compostos menos poluentes, não-tóxicos e os que necessitem de uma produção menor de energia durante o seu processo de fabricação;

- Duração do produto:

Elaboração de produtos que possuam uma maior durabilidade e tempo de vida, gerando com isso uma diminuição da quantidade de lixo produzido no seu descarte;

- Reaproveitamento:

Criação de novos produtos gerados a partir do reaproveitamento de outros produtos.

Abaixo estão alguns cases de empresas que aderiram ao Ecodesign:

Danone
A multinacional de alimentos Danone introduziu no Brasil uma tecnologia de produção de embalagens 19% mais leves, reduzindo assim o volume de resinas plásticas utilizadas, o custo na fabricação das embalagens e contribuindo para o meio ambiente.

Ford
A Ford Motor Company anunciou que está pesquisando um novo tipo de material que pode vir a se tornar tão popular quanto o plástico hoje em dia: Liquid Wood (madeira líquida).

O material é obtido a partir de resíduos de madeira, uma combinação de lignina e um composto de borracha, podendo ser moldado em diferentes formas e pode ser reciclada até cinco vezes.

A Companhia acredita que utilizando essa estratégia, poderá aumentar as fontes renováveis nos processos utilizados durante o desenvolvimento dos seus veículos.

Samsung e Sprint
Samsung, em parceria com a Sprint, anuncia o desenvolvimento de um celular sustentável: o Reclaim. O produto é 80% reciclável e feito de bioplástico de milho, garantindo assim um menor impacto ao meio ambiente.

A empresa já tinha adotado outras medidas sustentáveis como a eliminação dos manuais de papel e a adoção das embalagens produzidas por meio de papeis reciclados, impressas com tintas a base de óleo ( o próprio Reclaim utiliza esse mesmo tipo de embalagem e não possui manual impresso).

A empresa também anunciou que cada venda concretizada acarretará na doação de U$ 2,00 para o programa Adote um Acre, do Nature Conservancy.

Asus
A Asus lançou uma série especial de laptops conhecida como Bamboo Series. O laptop, com revestimento de bambu é, segundo a empresa, verdadeiramente verde, desde a sua concepção/produção e até mesmo na eventual reciclagem.

O bambu está presente desde o revestimento externo até alguns componentes internos como o touch pad.

Os notebooks Bamboo Series têm baixo consumo de energia e tecnologia Super Hybrid Engine, que dá ao usuário o controle para obter o nível desejado de desempenho. Essa mesma tecnologia, segundo o fabricante, consegue aumentar a vida útil da bateria entre 35% e 70% e melhorar o desempenho do sistema em até 23%.

A tecnologia consegue, ainda, reduzir as emissões de carbono em 12,3 kg por notebook.

Email this page
Este post foi publicado emEcodesign e tags , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta