Disney – De quem é a Responsabilidade?

Há algumas semanas a Disney revelou suas intenções de proteger a natureza, reduzir o consumo de água, o volume de resíduos e também suas emissões de carbono até nível zero, em seus complexos, parques, escritórios e linhas de cruzeiros. Um dos planos também é  consumir apenas energias verdes e renováveis.

disney-world

 


O boletim que a Disney publicou diz que as ações contra as mudanças climáticas são urgentes e requerem “mudanças fundamentais na forma com que a sociedade, incluindo empresas, usam os recursos naturais, e a Disney não é exceção”.  O fato é que a Disney está tornando sustentável algumas atividades e não o seu modelo de negócio.

Anualmente milhões de pessoas cruzam os oceanos para visitar a Disney. Dos 23 milhões de visitantes anuais que visitam os parques na Flórida, uma média de 4 milhões vem de outros lugares do mundo, principalmente da Europa.

A Disney não calcula a emissão gerada pelo transporte de nenhum de seus visitantes. Entretanto, de acordo com a Companhia Climate Care, as emissões geradas apenas pelo transporte aéreo dos europeus à Orlando chegam a aproximadamente 8 milhões de toneladas de CO2 por ano. Este valor corresponde às emissões anuais da população da Etiópia, de 83 milhões de pessoas – tudo isso apenas para se ter o feriado dos sonhos. Para os americanos é estimado algo em torno de 15 milhões de toneladas de CO2 anuais.

A dúvida é saber até que ponto isto é responsabilidade da empresa ou dos próprios turistas. Foi a Disney que fez o marketing e criou a idéia dos parques como atrações internacionais – seduzindo crianças e pais do mundo inteiro, os incentivando a atravessar o mundo para passar as férias. Porém, cada um também tem uma parcela de responsabilidade nisto.

As medidas que a Disney está tomando são indiscutivelmente de grande impacto positivo, e representam um importante passo a caminho da sustentabilidade, mas a questão do transporte de seus visitantes não deveria ser prioridade a ser considerada? Quem deve assumir esta responsabilidade, a Disney ou os seus visitantes?

Email this page
Este post foi publicado emEmpresas, Internacional e tags , , . Bookmark o permalink.Este conteúdo está fechado ara trackbacks, mas você podepostar um comentário.

Deixe uma resposta